Vulgar de Lineu

Encyclopedia Botanica.
(fill it yourself - preencha você mesmo)

20.10.05

 

#81


Comments:
Da poesia

Esculpo a página a lápis
e um cheiro de bosque
então me aparece.
Que a poesia é feita de romãs
daquilo que é eterno
e de tudo que apodrece.

Neide Archanjo
http://www.secrel.com.br/jpoesia/na.html#dapoesia
 
Estes são os deliciosos frutos de "Punica granatum", conhecidos como romãs.
Das melhores coisas que a natureza nos podia ter dado.
 
Foi para ti que criei as rosas.
Foi para ti que lhes dei perfume.
Para ti rasguei ribeiros
e dei ás romãs a cor do lume.

Eugénio de Andrade
 
Por ter ingerido seis acanhadas sementes de romã com que Hades pretendia selar o seu matrimónio, ficou Perséfone condenada a reinar, por seis meses lunares, no tenebroso mundo subterrâneo das sombras; e condenada ficou sua mãe, Deméter, deusa da terra e da fertilidade, a deambular em busca da filha, disfarçada de mortal, levando a devastação e o abandono aos campos. Ao fim dos seis meses, com o regresso de Perséfone, o ciclo completa-se.

Esta relação da romã com o ciclo da vida foi transportada para o simbólico cristão; surge em pinturas em que figuram Cristo e/ou a Virgem, como símbolo, respectivamente, da ressurreição e da fertilidade.
 
Infelizmente, a Punica granatum deu o nome também a um mecanismo de destruição: lá acharam que o fruto, pela forma e pelo recheio, se assemelhava ao que ficaria baptizado como granada.
 
Alguém me esclarece se os frutos da variante anã são bons para comer?
E os da romanzeira-bonsai?
 
Oh vateira, nao ha' nada como experimentar. Parta-os ao meio, cheire-os, lamba-os com a ponta da lingua e se lhe souber bem ingira-os.

A romanzeira pega muito bem de estaca e e' provavel que as romazeiras bonsai sejam clones das normais.

Mas eu sinceramente nao pensaria em ingerir os pequenitos. Nao devem ter muito sumo. And anyway why eat small when you can have it all?
 
Sim, o seu prognostico confirmou-se: abri uma pequena romã da árvore-anã e era pouco colorido, com muito pouco sumo.
Mas esta árvore é jovem e estou curioso para ver os do próximo ano.
É verdade que posso ter grandes, mas é um prazer especial comer fruta crescida em nossa casa. :)
 
Os nomes da romãzeira e da romã
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Punica granatum nas site "fora de série" sobre especiarias de Gernot Katzer ;-)
 
Ainda bem que fez a experiencia. Tem razao, a fruta que vemos crescer tem um sabor especial, nao comemos so' com as papilas gustativas mas tambem com o cerebro e com a memoria. Pela experiencia que tenho as romanzeiras sao faceis de "criar" a partir de estaca e nao precisam de muito espaco.
 
Enviar um comentário

<< Home

Arquivo

Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007  

E-mail

bandeira(arroba)netcabo.pt

EgoBlogues

  • Bandeira ao Vento
  • Après moi, le déluge
  • Blogues

  • Agrafo
  • A Cidade Surpreendente
  • Green Man
  • Directriz
  • Welcome to Elsinore
  • Alma de Jardineira
  • Um Amador da Natureza
  • Bioterra
  • Blog de Cheiros
  • Dias com Árvores
  • Valkirio
  • Cores da Terra
  • Raquel Alão
  • Do Meu Jardim
  • Bolbos em Flor
  • Diversidades
  • Infinitamente
  • Jardim com Gatos
  • A Sombra Verde
  • Maria Pudim
  • Estrago da Nação
  • Horticultural - Jane Perrone's Organic Gardening Blog
  • A Senhora Sócrates
  • A Carga da Brigada Ligeira
  • Le Jardin de Sophie
  • Lugar do Olhar Feliz
  • Quinta do Sargaçal
  • Terraforma
  • You Grow Girl
  • VALSAQ
  • This page is powered by Blogger. Isn't yours?